Blog Tecnolog

Receba as novidades
em seu e-mail

Utilizaremos seus dados exclusivamente para comunicações da nossa empresa. Ao informar meus dados concordo com a Política de Privacidade

O que é logística reversa

Você sabe o que é Logística Reversa?

Entenda como funcionam os procedimentos e como eles podem impactar diretamente o seu negócio.

Parte crucial para o desempenho e desenvolvimento de uma empresa, a logística é um dos setores que mais crescem no país, e nela, temos a logística reversa. Este setor é o responsável por movimentar com excelência todos os recursos disponíveis, garantindo que tudo funcione corretamente e os resultados positivos atinjam outras áreas.

Para isso, o setor de logística possui um trabalho complexo, lidando com preocupações de compras de materiais, armazenamento de produtos e muito mais. Esse setor também é responsável por buscar soluções inovadoras, com o máximo de eficiência, agilidade e custo-benefício nos serviços feitos. E assim, surgiu a logística reversa.

O que é logística reversa?

Desenvolvida como um conjunto de procedimentos e meios para recolher e dar encaminhamento pós-venda ou pós-consumo no setor empresarial, a logística reversa é uma solução para reaproveitamento ou descarte correto de resíduos. Essa raiz da logística oferece uma maneira diferente de trabalhar com ela, indo, em contrapartida, do modelo mais tradicional.

Dessa forma, é possível que os materiais voltem para as empresas para serem reaproveitados. Os procedimentos desenvolvidos no processo de logística reversa permitem que sejam criadas ações para reaproveitar os insumos e matérias-primas dos produtos, preservando o ecossistema.

Como surgiu a logística reversa?

Utilizado desde 1990, esse termo surgiu quando as empresas passaram a se preocupar com a utilização de recursos naturais. Entretanto, apenas em 2010, com a Lei n.º 12.305, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que o conceito ganhou forças e passou a ser promovido por distribuidores, fabricantes, comerciantes e importadores.

Assim, diversas empresas adotaram o processo de logística reversa, principalmente aquelas que geram resíduos nocivos ao ecossistema. Por exemplo, os hospitais, empresas de medicamentos, agrotóxicos, baterias e até pilhas, se estendendo para empresas dos mais diferentes setores.

Principais procedimentos da logística reversa

Embora tenha sido criada com a ideia de oferecer o descarte correto a materiais perigosos, é possível usar a logística reversa em qualquer etapa do ciclo de vida do produto. Por exemplo, os procedimentos usados neste sistema são:

No pós-venda

Nesta etapa, os procedimentos são realizados visando devolver o produto à cadeia de distribuição, ou seja, ao fabricante, distribuidor ou comerciante. Assim, em casos de pouco uso, como em produtos defeituosos ou até antes do uso, é possível retornar o material a linha de produção.

Para isso, é necessário que se tenha um plano claro de como lidar com essa devolução, tendo controle sobre o fluxo e as informações logísticas. Dessa forma, é possível designá-los para os ajustes necessários, consertos ou melhorias, permitindo que o produto volte ao mercado.

Utilize a logística reversa no pós-venda ou pré-consumo quando:

  • Houver defeitos de fabricação ou de uso;
  • A embalagem ou o produto apresentar avarias;
  • Em caso de erros na quantidade, modelo ou emissão do pedido;
  • Mercadorias utilizadas em testes antes da compra, ou seja, em consignação;
  • Recall;
  • Pós-prazo de validade antes do consumido.

No pós-consumo

Assim como o nome sugere, está diretamente ligada aos aspectos do ecossistema, resolvendo o principal problema dos clientes, o descarte. Produtos como rádios antigos, relógios e até pilhas ou baterias que não funcionam mais, quando não possuem mais utilidade, podem passar pelo processo de logística reversa.

Além de disponibilizar um descarte adequado, seja reciclando, desmanchando ou destinando os resíduos corretamente, existem também as empresas que, mesmo sem trabalhar com materiais nocivos à natureza, oferecem essa opção como um diferencial competitivo.

Como aplicar a logística reversa?

Além de auxiliar o meio ambiente, existem outros benefícios de aplicar a logística reversa na sua empresa, como uma imagem positiva e a economia nos processos de fabricação com materiais que podem ser reaproveitados.

Mas como aplicar a logística reversa? Existem alguns pontos importantes para serem observados, como:

  • Crie uma política de troca e devolução com os clientes;
  • Capacitar a equipe;
  • Atendimento eficiente na comunicação com os clientes para auxiliá-los;
  • Possuir um protocolo de retorno de materiais;
  • Controle de estoque sobre os materiais novos e os que retornam.

Conte com o auxílio da Tecnolog

Tanto para o produto chegar ao seu consumidor quanto para o processo de logística reversa, é fundamental contar com uma empresa de confiança para te auxiliar no transporte de materiais. Para isso, a Tecnolog é a sua melhor opção.

Com mais de 30 anos de experiência, nossos serviços ajudaram a construir e a somar no know-how em logística e transporte de cargas de inúmeros parceiros, sempre com qualidade e excelência.

Conheça mais sobre os nossos serviços, clique aqui.

Categorias

Últimas
Notícias

As principais notícias e conteúdos
do setor em um único lugar!

Desafios da entrega de cargas na PETROBRAS

O transporte rodoviário de cargas desempenha função essencial no abastecimento das plataformas da PETROBRAS em todo o Brasil. Empresas...

Mapeamento de processos logísticos

A logística, muitas vezes, é percebida apenas como o simples transporte de mercadorias de um ponto a outro. No...

Gestão da cadeia de suprimentos de Óleo e Gás

A indústria de óleo e gás é um importante pilar na economia global, visto que fornece fonte de energia...

Ao enviar meus dados, concordo com a Política de Privacidade.

Solicite um orçamento

Aceita receber comunicações via telefone?
A Tecnolog se preocupa com você e sua privacidade